Como uma formação em coaching pode ajudar sua carreira

Evoluir na carreira, ser promovido e obter mais reconhecimento são desejos de qualquer profissional. Alcançar essas metas exige comprometimento, capacitação e, sobretudo, habilidades de liderança. Mas, afinal, o que é ser um bom líder?

A boa liderança é aquela que incentiva, motiva e inspira a equipe a obter sempre os melhores resultados. E, para se tornar esse tipo de líder, muitas pessoas tem investido em uma formação em coaching.

Ficou curioso sobre o que é uma formação em coaching e como isso pode te ajudar a evoluir profissionalmente? Saiba agora como essa atividade surgiu e os benefícios que ela traz!

O que é coaching

Coaching é uma atividade, um programa de desenvolvimento pessoal que inclui, dentre outras coisas, melhora das habilidades técnicas, foco nas necessidades e objetivos do indivíduo, sempre com uma avaliação de performance feita sem julgamentos. Um programa de coaching envolve um ou mais coaches profissionais e um ou mais clientes.

O conceito de coaching não é novo. Ele surgiu no início do século 19 na Universidade de Oxford (Inglaterra). Coach, em inglês, significa técnico. Originalmente, a atividade de coaching envolvia um instrutor que ajudava um aluno a se preparar para uma prova, uma competição. Hoje, um coach ajuda pessoas a alcançarem metas pessoais e profissionais.

Alguns tipos de coaching

Existem alguns tipos de coaching, como por exemplo o pessoal, de carreira, o empresarial e o financeiro. A seguir, entenda melhor como funciona cada um:

Pessoal

No coaching pessoal, o instrutor e o aprendiz trabalham na melhoria da vida privada de um indivíduo, buscando aprimorar as relações interpessoais e a sociabilização, ou ainda, sua condição de saúde, de inteligência emocional, relacionamentos amorosos, dentre outros.

Carreira

É aquele em que um especialista em coaching se reúne periodicamente com um cliente para promover seu crescimento profissional. Trata-se de um serviço pago, feito por coaches especializados na atividade. O coach, entretanto, não precisa atuar na mesma área do cliente.

Empresarial

O coaching empresarial é aquele em que um coach ajuda empresários a utilizarem todo o seu potencial para melhorar os resultados da companhia e para se destacarem em suas áreas.

Dentro desse modelo, há um “subtipo” de coaching: o coaching de liderança. No coaching de liderança, os profissionais aprendem a liderar equipes identificando o potencial de cada colaborador, apoiando-o na superação de suas barreiras.

Ensinar seus liderados a criarem metas desafiadoras, realistas e mensuráveis, a gerenciar conflitos, motivar os colaboradores e desenvolver suas competências também são alguns dos objetivos de um líder coach.

Financeiro

Essencial para pessoas endividadas ou que queiram alcançar metas de investimentos, o coaching financeiro desenvolve o cliente a lidar com dinheiro e a ter um melhor controle orçamentário, tanto na vida pessoal quanto em empresas. Normalmente, um programa de coaching financeiro dura de três a seis meses.

Coaching x Mentoria

Você pode estar imaginando que o coaching, na realidade, se trata de uma mentoria, mas há diferenças significativas entre as atividades. O mentor é um conselheiro, alguém com larga experiência em determinado assunto que guiará um pupilo de acordo com sua própria vivência.

Já o coach não precisa ter experiência na área de atuação do clientee, em alguns tipos de trabalho, o coach sequer dá conselhos. Seu papel é o de ajudar o cliente a se conhecer melhor, entender as próprias necessidades e objetivos e a superar suas limitações.

Enquanto o mentor “mostra o caminho”, o coach ensina o cliente a se conhecer para que ele próprio escolha o melhor caminho a ser seguido. É possível sim, mesclar as duas atividades, desde que o profissional sempre deixe muito claro que papel está exercendo em cada momento.

O líder coach

Como se pode ver, liderar envolve motivar a equipe e reconhecer o potencial de cada colaborador. Entretanto, sem a capacitação adequada, esses líderes terminam cometendo erros que podem comprometer toda a performance de um time.

Lideranças muito exigentes podem ser excessivamente críticas ou perfeccionistas, incutindo em seus comandados o medo de errar e derrubando a moral da equipe.

Já os chefes mais liberais podem não dar aos subordinados as orientações e a supervisão necessárias para um desenvolvimento eficaz dos trabalhos. Há, ainda, o pior tipo de líder: o centralizador, que impede o crescimento da equipe.

Líderes e coordenadores que desejam obter o melhor de si e de seus liderados precisam se capacitar não apenas tecnicamente, mas também aprimorar suas habilidades de liderança. Nesses casos, é muito recomendada atualmente aos líderes a realização de uma formação em coaching.

Com uma formação adequada, o líder coach consegue inspirar sua equipe por meio do exemplo. Ao demonstrar sua capacidade de autogestão e de envolvimento com a equipe, o líder se tornará não mais um chefe, mas um porto seguro em quem as pessoas podem confiar para aumentar sua produtividade.

Com as técnicas aprendidas na especialização em coaching, um coordenador pode apoiar o crescimento e o aprendizado de toda sua equipe, ensinando os subordinados a refletirem sobre cada decisão tomada (certa ou errada) e sobre como aprimorar esses acertos ou evitar os erros em outras ocasiões.

Nesse contexto, o líder coach deixa de ser um chefe para se tornar uma referência de como agir em situações de pressão ou estresse.

O líder coach na prática

Para obter o melhor de sua equipe por meio do coaching, o coordenador deve, primeiramente, avaliar a situação do seu subordinado. É preciso identificar, no colaborador, seus pontos fortes e os aspectos que precisam de melhoria.

Em seguida, são definidos os objetivos: quais competências daquele profissional ajudarão e organização a alcançar seus resultados? Essa é a hora de definir os papéis e as metas de cada um dentro de um projeto.

Iniciado o processo, o líder coach precisa apoiar o subordinado na superação de seus limites, com orientações técnicas, conversas motivacionais e até mesmo sugerindo aos superiores mudanças sistêmicas para a melhoria da performance de equipe.

É necessário, por fim, humanizar as relações. A liderança deve ser capaz de identificar as crenças limitantes e os conflitos emocionais de sua equipe — e saber como contorná-las.

Formação em coaching é essencial

As especializações ensinam aos profissionais os fundamentos do coaching, estratégias, táticas e práticas importantes. São mostradas, ainda, técnicas como rapport, recapitulação, patrocínio e reforço positivo, feedback pareto, posicionamento e muito mais.

Durante o módulo de feedback pareto, por exemplo, o aluno aprende a identificar quais são os 20% de esforços necessários para se alcançar 80% dos resultados, passando a priorizar esses esforços no seu dia a dia.

Viu só como a formação em coaching oferece diversos benefícios? Quer melhorar sua performance, obter reconhecimento e se tornar um verdadeiro líder? Conheça o curso de formação em coaching da Direcione!

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Outros Artigos

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário